quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Algumas Notas sobre "Pulp Brazil"

 
Bom dia, caros leitores, seguidores e amigos!
Hoje vou explicar alguns pontos sobre a Antologia Pulp Brazil, a ser lançado pela RHS Editora.

Numa conversa com Amanda Reznor, a prefaciadora e colaboradora na organização, foi-me mostrado alguns pontos que creio que possam ser explicados no motivo de criar esta antologia.

  • Desde criança sempre fui fascinado por filmes fantásticos, como O Ataque dos Vermes Malditos, O Sombra, Incrível Hulk, O Fantasma... aqueles filmes que hoje muitos consideram toscos, entende? E na literarura não foi muito diferente. Lia gibis (acho que quase não se usa mais esta palavra hoje), como os de O Fantasma, X-Men e Batman. Daí veio meu fascínio pelas histórias do estilo pulp.
  • Livros ilustrados sempre me fascinaram e ainda me fascinam. Não entendo a graça que tem uma história infanto-juvenil (e até juvenil) sem uma bela ilustração. É algo inimaginável. Os livros de Monteiro Lobato que pude ler foram todos ilustrados, o que me agradou imensamente.
  • Descobri o gênero pulp numa matéria num jornal de Salvador. Na hora me encantei! Era uma matéria sobre o Projeto Ficção de Polpa, da Não-Editora. E as capas das revistas antigas?! Fodásticas!
  • Bem, o que tudo isso tem a ver com a antologia? Na verdade, TUDO: quero contos cuja temática seja a fantástica, entende? Saca só a lista:
 
  1. Ficção científica;
  2. Fantasia científica;
  3. Horror;
  4. Gore;
  5. Policial;
  6. Suspense;
  7. Drama;
  8. Aventura;
  9. Nonsense;
  10. Steampunk;
  11. Ucronia;
  12. História alternativa;
  13. e similares.
 
  • Portanto, uma boa abrangência de temas, não?

Qualquer dúvida, deixar abaixo.

9 comentários:

Amanda Reznor disse...

Essa antologia promete!

E cada conto terá sua própria ilustração, show!!!

Alec Silva disse...

Nunca organizei uma antologia, mas a intenção é causar um alvoroço mesmo. rs

Kmila Zaoldyeck disse...

o meu já tá pronto uhul \o/
só falta revisão mesmo.

Diego Alves Vergilio disse...

Bem, melhor eu ir adiantando meu conto srrsrs

versosvampiricos disse...

Preparando meus textos ^^

Alec Silva disse...

Opa!
Aguardando os contos de vcs com certa ansiedade.
rs

Alec Silva disse...

Pergunta: "Gostaria de saber se os contos para
a antologia PULP BRAZIL devem obrigatoriamente se passar no Brasil ou podem ser em qualquer país da Terra."
Resposta: "Assim como o tema é meio livre, o país ou o mundo também é. Tramas
que se passam em Londres, Marte, outro sistema solar, noutra época...
Enfim, é a imaginação quem manda, certo?"

Diego Alves Vergilio disse...

Opa, então vou escrever um conto em Tangamandápio =) srrs

Alec Silva disse...

kkkkk
Pode fazer sim, sua imaginação é quem manda!
rs

Postar um comentário